“Era uma oportunidade para voltar a terminar no top-10” — Miguel Oliveira

O piloto Miguel Oliveira (KTM) considerou hoje que perdeu “uma oportunidade de voltar a terminar no top-10” numa prova no Mundial de MotoGP, o Grande Prémio da Grã-Bretanha, mas que “terminou cedo demais”.

Oliveira seguia na 12.ª posição quando o francês Johann Zarco (KTM) tentou uma ultrapassagem impossível por dentro da curva 14 do circuito de Silverstone, provocando a queda dos dois pilotos.

“Foi desapontante. Não há muito mais a dizer”, disse o português, citado pela assessoria de imprensa da Tech3, a equipa na qual alinha o piloto de Almada.

“Estava a sentir-me confiante com a mota, era uma oportunidade real de voltar a terminar no top-10, mas, infelizmente, terminou cedo demais. Agora, aguardo ansiosamente que venha a próxima prova”, concluiu Miguel Oliveira.

Já o dono da Tech3, o francês Hervé Poncharal, disse que “isto não deve acontecer entre pilotos experientes, sobretudo representando a mesma marca”.

“Ainda era muito cedo [nona volta] e estava tudo sob controlo, com o Miguel a tentar poupar os pneus, pois o objetivo era terminar entre os dez primeiros. A corrida é fruto de longas horas de trabalho e vê-la terminar assim é uma pena”, disse ainda.

Poncharal admitiu, contudo, que o piloto francês, que correu pela Tech3 em 2018, se desculpou.

“Veio pedir desculpas ao Miguel e a mim, mas é difícil de digerir”, sublinhou o responsável da equipa.

Com esta desistência, que acontece 34 provas depois da última, em setembro de 2017, Miguel Oliveira perdeu duas posições no Campeonato do Mundo de MotoGP, baixando de 15.º a 17.º, com 26 pontos.

A próxima prova é o GP de São Marino, a 15 de setembro.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web