“Esses calções com que andam de rabo de fora são horríveis”, diz Mariza em concerto

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Mariza atuou esta quinta-feira no palco principal do festival “O Sol da Caparica”, que decorre até domingo no Parque Urbano da Costa de Caparica. Cantou, encantou e deu a sua opinião sobre a moda que dita que as jovens vistam calções curtos. Muito curtos…

Mariza não é apenas uma fadista cujo talento é reconhecido além-fronteiras. É também uma amante de moda, que gosta de usar vestidos de estilistas nacionais sempre que sobe ao palco.

É também uma mulher atenta ao mundo que a rodeia, e por isso mesmo não resistiu a alertar as jovens para uma tendência recente que não é do seu agrado.

“Meninas, deixem-me dizer-vos que esses calções com que andam de rabo de fora e essas minissaias são horríveis”, atirou Mariza para a plateia que assistiu ao seu concerto no dia de abertura do festival O Sol da Caparica.

A observação recebeu aplausos e assobios.

Conselhos à parte, a fadista, de 43 anos, cantou e emocionou ao interpretar temas como” Barco Negro” e “Ó Gente da Minha Terra”.

Já esta sexta-feira, Mariza inaugura a 33ª edição do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, na ilha cabo-verdiana de São Vicente, um dos mais emblemáticos do país.

O festival Sol da Caparica prossegue com António Zambujo, Carlos do Carmo, Mafalda Veiga (hoje, dia 11), Teresa Salgueiro, Trovante, Matias Damásio (sábado, dia 12) e Rita Guerra (domingo, dia 13), entre outros.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Qual a sua opinião?