in

Estado da Nação: Costa classifica PSD como partido “fossilizado” de “velhos do Restelo”

Lisboa, 24 jul 2020 (Lusa) — O primeiro-ministro, António Costa, acusou hoje o maior partido da oposição, PSD, de estar fossilizado e ser composto por “velhos do Restelo”, durante o debate parlamentar do Estado da nação.

“É chocante verificar como o PSD nada aprendeu com a história. O PSD tornou-se um partido do conservadorismo atávico, foi contra as renováveis e chegou tarde. Agora, é contra o hidrogénio, está fossilizado na defesa das energias fósseis. Infelizmente, não podemos contar com o PSD para construir um país do futuro. O PSD é hoje o partido dos ‘velhos do Restelo’, daqueles que não têm a coragem de transformar as tormentas em ‘Boa Esperança'”, afirmou.

O chefe do Governo respondia à intervenção da líder parlamentar socialista, Ana Catarina Mendes, após o presidente do PSD, Rui Rio, se ter mostrado contra a futura exploração de hidrogénio em Portugal.

“Temos razões para estar confiantes porque temos um conjunto de instrumentos de planeamento definidos, concluídos, aprovados e operacionais para poder orientar a recuperação da crise”, congratulou-se Costa.

O primeiro-ministro sublinhou ainda o “volume de recursos financeiros como o país nunca teve” obtidos no último Conselho Europeu, em Bruxelas.

“Na nossa história, executamos em média entre dois mil e três mil milhões de euros por ano. A média do que temos para executar até 2029 é mais do dobro: 6,7 mil milhões de euros por ano”, vincou.

 

Deixe uma resposta

Loading…

0

Estado da Nação: Rio avisa que Portugal “já fez asneiras a mais” e exige garantias sobre hidrogénio

Estado da Nação: Catarina Martins avisa que BE nunca coloca “o mandato dentro da gaveta”