“Eu estava nua na rua com a faca e nem me apercebi de que o matei”, diz jovem que esfaqueou namorado por ciúmes

Bruna Gonçalves, a jovem de 23, que matou o namorado, Luís Rodrigues, por ciúmes, começou a ser julgada no Tribunal de Guimarães, esta segunda-feira.

A jovem está indiciada por violência doméstica agravada e homicídio qualificado pelo crime que ocorreu em em outubro de 2017.

“Nem me apercebi de que o matei, nem sequer que o tinha magoado”, disse em tribunal.

A arguida afirma que “estava nua na rua e com a faca na mão a tentar entrar em casa”.

“Só depois percebi que tinha muito sangue”, disse, garantindo que nunca lavou a faca.

Cometeu o crime por não aceitar o fim da relação de quase três anos.

Segundo o Ministério Público, a jovem que está em prisão preventiva, é “possessiva e controlava a vida do namorado, que agredia a murro”.

A acusação refere ainda que Bruna Gonçalves tentou “provocar medo” a Luís através de telefonemas e mensagens “persistentes”.

Na madrugada do crime, a rapariga encontrou uma mensagem de parabéns dirigida a uma ex-namorada.

Bruna discutiu com o namorado e saiu da casa que partilhavam em Pardelhas, Fafe. Esperou que Luís saísse para trabalhar e com uma faca de cozinha deferiu um golpe profundo sobre o pescoço do jovem uma única vez.

Por volta das 04h40 ligou para o 112 a dizer que o namorado se tinha cortado no peito. Lavou a faca e voltou a colocá-la com os restantes talheres.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web