Europa vai oferecer bilhetes de Interrail aos jovens

Há viagens que têm de ser feitas pelo menos uma vez na vida. E o Interrail pela Europa é uma delas.

Foi criado em 1972, mas continua ainda hoje a atrair milhares de jovens com o sonho de viajar pela Europa sozinhos ou com amigos.

São «infinitos» os itinerários possíveis e os preços dos passes – que dependem do tempo de viagem – são bastante encorajadores. Mas agora, fazer um Interrail pode ficar ainda mais fácil.

Em outubro do ano passado, chegou ao Parlamento Europeu a iniciativa de «dar a oportunidade a todos os jovens, independentemente da classe social, para descobrirem a riqueza da Europa», oferecendo um passe de Interrail a todos os jovens cidadãos da União Europeia (UE), no ano em que completam o seu 18º aniversário.

A proposta recebeu agora luz verde do Parlamento Europeu que deverá lançar um projeto-piloto de 12 milhões de euros em 2018 e, depois de avaliados os seus resultados, lançar os os passes de Interrail gratuitos em 2020.

Os bilhetes Interrail permitirão aos jovens de 18 anos cumprir viagens ilimitadas na rede ferroviária da Europa por um período de tempo definido.

Outros modos de transporte serão disponibilizados nos países que são Estados membros da União Europeia e que não são abrangidos pela Interrail, como Letónia, Chipre e Malta.

Apenas os cidadãos da UE com 18 anos ou os que ainda não fizeram anos, mas residem legalmente na União Europeia, poderão vir a fazer parte da oferta do passe.

A rede ferroviária europeia é geralmente rápida, limpa, acessível e pontual, o que torna a volta ao continente bastante simples.

Este artigo foi publicado originalmente no Volta ao Mundo

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Recomendados

Recomendados