in

Ex-GNR mata pastor a quem cobiçava a mulher

Direitos Reservados

O reformado da GNR, de 75 anos, teria uma obsessão pela mulher de Paulo Jorge Garcia, de 41, e os dois homens terão tido um desentendimento por esse motivo dias antes do mais novo, pastor, ter sido encontrado morto, com ferimentos na cabeça, num terreno agrícola, em Torre de Moncorvo, a 29 de abril do ano passado. Após mais de um ano de investigação, a PJ de Vila Real deteve agora o idoso, suspeito de homicídio.

PUBLICIDADE

A detenção do ex-militar, que tinha atualmente um negócio de venda de carros e de troca de pneus e era conhecido como ‘Belchior’ na zona, ocorreu terça-feira. O homem foi ontem presente a um juiz do Tribunal de Moncorvo e ficou com apresentações semanais às autoridades.

A vítima tinha saído de casa pela manhã para tratar do gado. A mulher costumava levar-lhe comida ao campo onde pastoreava as ovelhas e, estranhando o marido não atender o telemóvel, deu o alerta a um sobrinho da vítima.

Paulo foi encontrado já sem vida e a autópsia veio a revelar que tinha sido atingido por um tiro de uma arma de baixo calibre, no rosto, que deixou uma pequena marca de entrada. O projétil ficou alojado. Ainda foram chamados os meios de socorro, mas já nada havia a fazer. A GNR esteve no local e a PJ tomou conta do caso, com as diligências a levarem agora à detenção do suspeito.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

PUBLICIDADE

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Pensões de velhice da CGA atingem em 2019 valor mais alto desde agosto 2016 – CFP

Covid-19: Vigília na Praça da Liberdade do Porto pede “fundo de emergência” para a Cultura