PUB

Família portuguesa vendia mulheres para sexo dentro de bar em Espanha

4.218

A casa funcionava como um bar – aberto 24 horas – mas no sótão comercializava-se sexo. E tudo a mando de uma família portuguesa, que tinha montado este bordel em Marbelha, Espanha, onde oito mulheres eram escravizadas e castigadas.

PUB

Algumas tinham sido atraídas até àquele local com a promessa de trabalharem numa “casa de massagens”. Um negócio de sexo e drogas que a polícia espanhola desmantelou agora.

O comando desta rede de prostituição era composto por seis portugueses, todos eles familiares. Foram também detidos 15 operacionais, entre funcionários do bar e seguranças.

Uma megaoperação da polícia que culminou com 21 detenções, bem como com a apreensão de diversas drogas, que seriam para vender aos clientes do espaço.

As mulheres – cujas identidades não foram divulgadas – eram recrutadas em Espanha e mantidas sob sequestro dentro das instalações.

Eram despojadas dos documentos pessoais, fortemente vigiadas por seguranças e castigadas se quebrassem as regras.

Recebiam apenas uma pequena parte do valor dos negócios de sexo.

Publicado originalmente em: Correio da Manhã

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Artigos recomendados

Artigos recomendados