Gastam quase mil fraldas por mês com quadrigémeos

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Um casal brasileiro gasta quase mil fraldas por mês com os quadrigémeos que nasceram há um mês e meio após uma gestação natural, sem fertilização.

Os bebés Elias, Maria Eduarda, Maria Eloisa e Maria Elena nasceram prematuros e ficaram internados durante 42 dias na Maternidade José Maria Magalhães Neto, na Bahia.

Em declarações aos jornais locais, o casal contou que gasta 960 fraldas por mês com as crianças, mas que receberam muitas doações de pessoas que ficaram sensibilizadas com os custos que a família vai ter com os quatro filhos.

“Fizeram rifas, doaram fraldas, berços. Nós já tínhamos algumas coisas, mas eram quatro, né? Foi um milagre desde o início, um amor incondicional de pessoas que eu nem conhecia e vieram ajudar.

Só tenho a agradecer”, disse a mãe das crianças ao site brasileiro G1 adiantando que “no ínicio foi um susto, mas um milagre nós aceitamos e pronto”.

Gastam quase mil fraldas por mês com quadrigémeos

A gestação de quatro gémeos de forma natural é tão rara que só acontece em uma de 600 mil mulheres. Dos quatro bebés, dois estavam em placentas separadas e dois são gémeos idênticos, ou seja, partilharam uma placenta.

No parto estiveram presentes três obstetras, quatro hematologistas, quatro enfermeiros e um anestesista. O bebé mais pequeno tinha 1.15kg e 40 centímetros de altura, enquanto o maior tinha 1.6 kg e 43 centímetros.

Na mesma maternidade, na mesma semana em que os quadrigémeos nasceram, outra mulher deu à luz trigémeos, também gerados naturalmente.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendações

Recomendações

Comente e partilhe a sua opinião!