GNR esclarece que nenhum motorista está detido

A GNR esclareceu hoje que nenhum motorista em greve está detido e que quatro trabalhadores apresentaram-se “voluntariamente” para cumprir o serviço, depois de terem sido notificados de que, não comparecerem no local de trabalho, constituía crime de desobediência.

“A Guarda Nacional Republicana vem esclarecer que foram quatro trabalhadores notificados de que a sua não comparência no local de trabalho constituía a prática do crime de desobediência”, lê-se num comunicado da GNR.

Na nota, a GNR adianta também que, depois desta notificação, os quatro trabalhadores “decidiram voluntariamente cumprir o serviço para o qual estavam nomeados”.

Assim, é ainda acrescentado, não se encontra nenhum trabalhador detido.

Cerca de uma hora antes de ter sido emitido este comunicado, o porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, disse que, pelo menos, dois motoristas tinham sido foram detidos pela GNR em casa, esta tarde, por se recusarem a trabalhar.

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Recomendados

Recomendados