in

GNR lamenta morte de militar atropelada em acidente na A1

Direitos Reservados

A GNR lamentou esta segunda-feir aa morte de Vânia Martins, militar morta em serviço num acidente na A1, quando um carro em excesso de velocidade abalroou o carro-patrulha matando Vânia Martins e Carlos Pereira, ambos militares da GNR. O acidente ocorreu no passado dia 7 de julho, em Santarém.

“As nossas sentidas condolências e apoio à família e amigos da nossa militar do Destacamento de Trânsito de Santarém” escreve a GNR, referindo que Vânia estava “no cumprimento da missão, zelando pela segurança dos cidadãos”.

Vânia Sofia Martins cresceu na aldeia de Moitas, no concelho de Proença-a-Nova. Chegou a trabalhar na fábrica de componentes para automóveis Deplhi, em Castelo Branco, mas conseguiu cumprir o sonho de entrar para a GNR, o que aconteceu em 2013.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0

Contribuintes com contabilidade organizada terão omitido 437,8 ME de rendimentos – IGF

Covid-19: SNS já está a ser reforçado para o inverno — Governo