Homem faz “amor” com a enteada a pensar que era a mulher

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Um homem de nacionalidade britânica fez “amor” com a filha da companheira num dia em que esta estava fora em trabalho. Numa carta enviada ao jornal The Sun, o homem revelou como tudo aconteceu e em como achou que estava perante a própria companheira.

O homem, de 38 anos, que tem poucas memórias daquela noite, recorda-se apenas de olhar à sua volta e reparar que as roupas que estavam espalhadas no chão não lhe eram de todo familiares. No entanto, inicialmente pensou tratar-sa da sua mulher, de 37 anos, que estava consigo na cama.

“Nós estamos juntos há quatro anos. A filha dela tem 18 anos e aproveitou-se do meu estado embriagado naquela noite. Ela falava para mim mas eu só conseguia ver os lábios dela a mexer, ouvia apenas grunhidos e parecia que tudo estava em ‘câmara lenta'”, recorda o homem.

Após aperceber-se do erro que tinha cometido, o britânico foi até à casa de banho. “O meu estômago começou a andar à roda. Ela disse-me qualquer coisa em como aquela tinha sido a primeira vez dela e em como tinha sido fantástico. Eu pedi-lhe para ela se ir embora mas ela só queria que eu a abraçasse. Agarrei-a e fizemos sexo novamente”, lamenta o homem.

A jovem de 18 anos revelou ainda ao padrasto que a mãe tinha por hábito traí-lo quando estava fora em trabalho. “Quando ela regressou apercebeu-se logo de que algo estava errado. Eu confrontei-a e ela admitiu que já se envolveu com outros homens”, conta.

A sentir-se culpado, o homem acabou também por confessar o que se tinha passado entre si e a enteada. A mulher teve uma enorme discussão com a filha e acabou por sair de casa com o companheiro, levando-a consigo.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendações

Recomendações

4 Comentários

  1. Anónimo
  2. Anónimo
  3. Anónimo
  4. Anónimo

Comente e partilhe a sua opinião!

Vídeos em destaque