PUB
Categories: Atualidade
| Em
16/02/2020 20:18

Idoso de 81 anos viola a neta órfã num carro

Avô de 40 netos, o idoso de 81 anos atacou sexualmente uma das netas durante oito anos, em diversas ocasiões. A menina, que ficou órfã com poucos meses de vida, foi entregue aos cuidados de uma tia, mas acabou por ser institucionalizada.

PUB

Desde 2007, sempre que ia buscar a criança, então com seis anos, à escola ou à instituição – para a levar para a casa onde passaria o fim de semana -, o idoso conduzia o carro até um local isolado e sujeitava a menor a contactos sexuais. Foi condenado no Tribunal de Vila Nova de Gaia a seis anos de prisão e a pagar 20 mil € de indemnização à vítima.

O arguido entregava presentes à menina para esta ficar em silêncio. Carregava-lhe o telemóvel, dava-lhe doces e roupa. Ameaçava-a ainda de que, caso ela contasse a alguém o que faziam, iria ficar para sempre sozinha numa instituição e não mais contactaria com a tia.

Angustiada com os comportamentos repetidos do avô, a menor, em novembro de 2016, denunciou os crimes às técnicas da instituição onde estava acolhida. Precisou de receber apoio psicológico e psiquiátrico.

O arguido, que trabalhou na limpeza e manutenção de barcos rabelos, no rio Douro, já recorreu para a Relação do Porto, pedindo que a pena seja suspensa atendendo à sua idade e ao seu estado de saúde debilitado – sofre de insuficiência cardíaca e é doente oncológico. Sempre negou os crimes pelos quais foi condenado. Aos juízes assumiu apenas que era ele quem a ia buscar à escola.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã
PUB
Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar gosto ➜  
Partilhar
Mais informação sobre: CriançasCrimesViolação
PUB
Comente. Dê a sua opinião
PUB