in

Incêndios: Ministro determina abertura de inquérito sobre fogo em canis em Santo Tirso

 Lisboa, 20 jul 2020 (Lusa) — O ministro da Administração Interna determinou hoje a abertura de um inquérito à atuação da GNR e da Proteção Civil no incêndio que atingiu no sábado dois canis ilegais no concelho de Santo Tirso, matando 54 animais.

Num despacho hoje assinado, Eduardo Cabrita determina à inspetora-geral da Administração Interna, Anabela Cabral Ferreira, a abertura de um inquérito “aos factos reportados, visando apurar eventuais responsabilidades”.

O ministro considera que subsistem “dúvidas sobre os factos ocorridos na zona florestal da freguesia da Agrela”, concelho de Santo Tirso, onde se localizam os dois canis afetados pelas chamas, bem como “sobre a atuação das diferentes autoridades no terreno”.

O despacho cita notícias da imprensa segundo as quais “terão perdido a vida dezenas de animais” que se encontravam nos canis “Cantinho das Quatro Patas” e “Abrigo de Paredes”, sendo “apontadas eventuais falhas à atuação da GNR e dos agentes da Proteção Civil no terreno”.

Eduardo Cabrita refere que, na sequência das notícias, foram pedidos esclarecimentos à GNR e à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, tendo os mesmos sido prestados.

 

 

Deixe uma resposta

Loading…

0

Ministério da Saúde alvo de ataque informático

UE/Cimeira: Nova proposta prevê orçamento de 1,074 biliões e Fundo de 750 mil ME