Jorge Mendes dá casa a família vítima de incêndios

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O empresário Jorge Mendes vai pagar a construção de uma casa a uma família que ficou desalojada nos incêndios de outubro em Treixedo, Santa Comba Dão.

O empresário de Cristiano Ronaldo teve conhecimento do caso desta família, com três filhos menores e que ficou na miséria, através do CM e avançou.

A autarquia vai ajudar Jorge Mendes a ultrapassar os aspetos burocráticos para que a construção do imóvel aconteça o mais rápido possível.

“Olha, olha, é o Jorge Mendes!!!”, disse Daniel Ferreira, de 34 anos, quando viu o agente FIFA a chegar à aldeia de Treixedo, longe de imaginar que vai ter em breve um tecto para abrigar a companheira Raquel Sofia, de 26 anos, e os três filhos: Guilherme, de 9 anos; Joana, de 5; e o pequeno Gustavo, com 10 meses.

Esta família já dormia na noite de domingo, 15 de outubro, quando o fogo invadiu a aldeia. “Só tivemos hipótese de salvar os nossos filhos, mais nada”, lembra Raquel Sofia. Jorge Mendes fez questão de se deslocar à aldeia de Treixedo e ver o rasto de destruição causado pelas chamas. Levou consigo a mulher e quatro dos cinco filhos.

O objetivo foi mostrar-lhes as consequências catastróficas daquele que é considerado o incêndio mais violento e devastador alguma vez ocorrido no nosso País.

“É impressionante o grau de destruição, não há palavras para descrever”, disse ao CM Jorge Mendes, antes de ficar a conhecer a família que vai ajudar. O ponto de encontro foi o largo em frente à casa onde a família agora vive. Numa casa emprestada, tal como a roupa e os brinquedos dos meninos.

Como a alimentação e as fraldas. Jorge Mendes cumprimentou o casal e os filhos e disse-lhes: “Eu e a minha família vamos ajudar-vos. Vão ter uma casa nova.” Raquel ficou emocionada e Daniel sem palavras. Os dois meninos mais velhos gritaram de alegria.

“A partir de agora vou acompanhar a vossa vida. Só vos peço para terem juízo e que eduquem da melhor forma estas 3 crianças”, disse o empresário que visitou a casa destruída pelo fogo.

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?