in

Jovem de 17 anos dormiu sesta e foi ao café após matar os avós

Foto: Direitos Reservados

Lourenço Fernandes, o homicida de 17 anos que, sexta-feira, assassinou os avós à facada em Vila Nova de Santo André, passou várias horas com os cadáveres em casa, soube o CM junto de fontes judiciais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

As perícias realizadas pela PJ de Setúbal permitiram apurar que o crime ocorreu pela hora de almoço.

Primeiro, foi morta Eduarda Graça, de 80 anos. O neto apanhou-a pelas costas e golpeou-a na garganta com duas facas. Ao ouvir barulho, Guilherme Santos, 76 anos, foi ver o que se passava e acabou atingido com várias facadas.

Os idosos ficaram mortos no chão e Lourenço Fernandes foi dormir uma sesta e fazer tempo para um encontro já combinado com dois amigos.

Ainda tomou um duche e tirou as suas roupas com sangue, vestindo artigos do avô. Foi ao café comprar tabaco e depois pegou em dinheiro e no carro das vítimas e foi ter com os amigos. A frieza do crime espantou os magistrados que o interrogaram.

O homicida há muito que exigia aos avós dinheiro para a droga e álcool. Recentemente, o avô estaria a negar essa ajuda. O homicida está em preventiva.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

PUBLICIDADE  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto da nossa página de facebook ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Avaliação do ‘stock’ da sardinha indica oportunidades acrescidas para a pesca – Governo

“The Nickel Boys”, livro vencedor do Pulitzer, publicado em outubro em Portugal