in

Jovem de 17 anos morre em colisão entre motociclo e automóvel em Alcácer do Sal

Um jovem de 17 anos morreu e duas pessoas sofreram ferimentos ligeiros, devido a uma colisão ocorrida hoje entre um motociclo e um automóvel, em Alcácer do Sal (Setúbal), revelaram a GNR e a Proteção Civil.

Fontes do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal e da GNR revelaram à agência Lusa que a vítima mortal, o jovem de 17 anos, conduzia o motociclo envolvido na colisão com um veículo ligeiro de passageiros, que aconteceu numa estrada de terra batida, de acesso a um monte.

Segundo o CDOS, o sinistro, cujo alerta foi dado aos bombeiros às 11:30, provocou também dois feridos ligeiros, um deles o condutor do automóvel acidentado e o outro, “também um jovem”, condutor de um outro motociclo que seguia mais atrás e não esteve envolvido na ocorrência.

“Estas duas pessoas são consideradas feridos ligeiros e foram transportadas para o hospital para serem assistidas, porque estão perturbadas” com o acidente, disse a fonte do CDOS.

Por seu turno, o comandante do Destacamento da GNR de Grândola, capitão Dinarte Santos, disse à Lusa que estas duas pessoas “foram para o hospital, mas não foi por ferimentos”.

“O condutor da viatura ligeira ficou transtornado por toda a situação” e a outra pessoa “é um jovem que era o condutor de um motociclo que assistiu a tudo e ficou igualmente perturbado”.

De acordo com a fonte da GNR, a colisão entre as duas viaturas aconteceu “na estrada de terra batida de acesso à Herdade da Pedra”, no concelho de Alcácer do Sal.

O corpo da vítima mortal foi transportado para os serviços de Medicina Legal do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, de acordo com o CDOS.

O jovem que conduzia o outro motociclo foi levado pelos bombeiros para o Hospital de São Bernardo, em Setúbal, mas, nem o CDOS, nem a GNR, souberam indicar à Lusa para que unidade hospitalar foi transportado o condutor do automóvel.

No local do acidente estiveram 21 operacionais, apoiados por 10 veículos, dos bombeiros, GNR, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), incluindo uma viatura médica de emergência e reanimação e uma unidade de apoio psicológico.

Sugestões para ti