in

Jovem que matou colega e escondeu corpo tentou suicidar-se nas instalações da Polícia Judiciária

Direitos Reservados

Um jovem, de 25 anos, foi detido esta quarta-feira pela PJ por suspeita de assassinar a colega de universidade em Lisboa. As autoridades continuam a fazer buscas para encontrar o corpo da vítima, de 23 anos.

Os pais da jovem deram conta do desaparecimento da filha na passada sexta-feira, dia 22, e o alerta foi dado às autoridades. A família revelou ainda à polícia que o suspeito do crime mantinha uma relação abusiva com a filha.

A Polícia Judiciária tenta agora localizar o cadáver depois do suspeito ter confessado que atirou o corpo ao rio Tejo. O CM sabe que o detido tentou o suicídio nas instalações anexas à Polícia Judiciária e foi transferido para o Hospital de São José.

O jovem suspeito do crime estava a terminar um mestrado em Psicologia. Já tinha realizado vários trabalhos de voluntariado, inclusive em Moçambique. 

A estudante era de Elvas mas estudava em Lisboa. Segundo explicou o avô à CMTV, a neta vivia em Chelas, era natural de Elvas e estudava em Lisboa.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: PS pergunta o que teria acontecido ao país com saúde e segurança social privatizadas

Covid-19: Portimão considera que lotação prevista permite ter praias seguras