Mãe ciumenta mata filha porque “achava que o marido amava mais a criança do que a ela”

Uma mulher ucraniana terá cortado a garganta da filha de três semanas por ciúmes do marido, já que acreditava que este amava mais a bebé do que a ela.

PUB

A bebé acabou por morrer depois do crime que ocorreu no apartamento na cidade de Rivne, Ucrânia.

Segundo os relatórios da polícia, a mulher atacou a bebé quando o marido de 26 anos saiu para ir despejar o lixo.

Quando o homem voltou viu as mãos da esposa cobertas de sangue. Dirigiu-se para o quarto onde estava a recém-nascida e viu-a deitada imóvel numa poça de sangue.

O pai da criança ficou chocado com a situação e chamou os serviços de emergência.

“Ele saiu por alguns minutos e ela pegou uma faca de cozinha e cortou a garganta da criança”, revelou Maria Mamot, mãe do pai da criança, ao DailyMail.

Segundo a Maria Momot, a nora estava com ciúmes do bebé porque achava que o marido amava mais a filha.

“Ela ficou com ciúmes. Achava que o marido amava mais a filha do que ela”.

O porta-voz da polícia, Anton Kruk, confirmou que “a criança morreu com a faca na garganta”.

A mulher de 21 anos foi detida e será submetida a uma avaliação psiquiátrica.

Se os exames revelarem que estava consciente das suas ações no momento do ato criminoso, será acusada de assassinato premeditado de menor e poderá ser condenada a 15 anos de prisão.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web