Mãe de bombeira morre atropelada por caravana em Guimarães

Céu Sousa, de 45 anos, tentou desviar-se da autocaravana que vinha na sua direção, na Estrada Nacioanal 101, mas não conseguiu e foi colhida na berma.

A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local, esta terça-feira, às 12h02, na rua de S. João Batista, em Ponte, Guimarães.

Céu é mãe de uma bombeira estagiária dos Bombeiros Voluntários das Taipas.

A vítima mortal tinha parado o carro na berma da estrada, pouco tempo antes do acidente, para ir buscar o almoço ao restaurante ao lado.

Saiu do carro e dirigiu-se para o contentor com um saco de lixo, quando foi violentamente colhida pela autocaravana.

A condutora da autocaravana, de 53 anos, e o marido, de 70, saíram ilesos do acidente.

A mulher explicou à GNR que tentou evitar o embate com um carro parado no eixo da via, mas que perdeu o controlo do veículo.

A autocaravana só parou quando embateu no veículo da vítima mortal, empurrando-o contra a parede do restaurante.

A filha de Céu Sousa está a receber apoio psicológico pela Associação Humanitária dos Bombeiros das Taipas.

A notícia da tragédia foi dada à bombeira de 20 anos, já no quartel, pela psicóloga da corporação.

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Recomendados

Recomendados