in

Mais de 160 operacionais e seis meios aéreos no fogo rural em Odemira

O incêndio que deflagrou hoje à tarde no concelho de Odemira (Beja) já mobilizava mais de 160 operacionais, apoiados por seis meios aéreos, às 17:45, mas sem ameaçar casas ou pessoas, revelou a Proteção Civil.

O responsável do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, Vítor Cabrita, disse à agência Lusa que o fogo está a queimar mato e tem “duas frentes ativas, uma delas a lavrar com grande intensidade”, mas “não existem pontos sensíveis, para já”, ou seja, não ameaça a pessoas ou habitações.

Neste ponto da situação feito ao final da tarde, o comandante explicou que o combate às chamas mobilizava, na altura, “um total de 162 operacionais, apoiados por 49 veículos e seis meios aéreos”.

Os “acessos difíceis” e o vento, que “sopra com grande intensidade”, estão a dificultar a tarefa dos bombeiros.

“O vento é muito inconstante, muda de direção continuamente, o que dificulta grandemente o trabalho do combate do dispositivo de bombeiros”, explicou.

Ainda assim, Vítor Cabrita destacou que a expectativa é a de que o dispositivo no terreno possa vir a “dominar o incêndio nas próximas horas”.

O CDOS disse à Lusa que o alerta para este incêndio numa zona de mato, na freguesia de Colos, no concelho de Odemira, foi dado às 12:44.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Euro sobe para 1,12 dólares impulsionado por dados da zona euro

Oito mortos e 14 feridos graves nas estradas no primeiro fim de semana de verão