in

Maria Flor Pedroso põe lugar à disposição e administração da RTP aceita

A diretora de informação da RTP colocou “o seu lugar à disposição” por considar não ter “condições para a prossecução de um trabalho sério” e a administração aceitou por não ter “outra alternativa, sublinhando o seu “currículo irrepreensível”.

Em comunicado, o Conselho de Administração da RTP refere que “recebeu uma comunicação da diretora de informação Maria Flor Pedroso a colocar o seu lugar à disposição, por esta considerar que, face aos danos reputacionais causados à RTP, não tem condições para a prossecução de um trabalho sério, respeitado e construtivo, como sempre tem feito”.

Depois de “auscultação dos motivos invocados pela diretora e exclusivamente por esses motivos, o Conselho de Administração considera que não tem “outra alternativa que não seja aceitar essa decisão”, agradecendo a “Maria Flor Pedroso, jornalista de idoneidade e currículo irrepreensível, o trabalho desenvolvido de forma dedicada, competente e séria enquanto diretora de informação de televisão da RTP”.

Sugestões para ti