Mau tempo: Subiu para 19 o número de barras marítimas fechadas – Marinha

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O número de barras marítimas fechadas à navegação devido à agitação do mar subiu de 16 para 19, mantendo-se quatro condicionadas, segundo o último balanço da Marinha Portuguesa.

De acordo com a informação disponível no ‘site’ da Marinha estão fechadas à navegação as barras marítimas de Caminha, Viana do Castelo, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Figueira da Foz, Nazaré, Peniche e Ericeira.

Estão igualmente encerradas as barras marítimas de São Martinho do Porto, Nazaré, Lagos, Alvor, Portimão, Albufeira, Tavira e Vila Real de Santo António.

Nos Açores, está encerrada a barra da Madalena do Pico, adianta a Marinha Portuguesa.

As barras marítimas de Sesimbra e Setúbal estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 11 metros e as de Olhão e Faro a barcos com comprimento inferior a 10 metros.

Devido à forte agitação marítima, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IMPA) colocou sob aviso vermelho toda a costa litoral portuguesa até às 15:00 de hoje e até às 18:00 junto aos distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal e Beja, onde estão previstas ondas de sudoeste com sete a oito metros, podendo atingir 14 metros de altura máxima.

O IPMA colocou também sob aviso laranja 10 distritos de Portugal continental até às 09:00 de segunda-feira devido à agitação marítima e até 21:00 de hoje devido ao vento.

Os restantes distritos do continente estão sob aviso amarelo, o terceiro mais grave, segundo informação disponível no site do IPMA.

A ilha do Porto Santo e a costa norte da Madeira também estão sob aviso laranja devido à agitação marítima.

Para hoje, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, com abertas a partir da tarde na região Sul, e uma pequena descida da temperatura.

Estão também previstos períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e de granizo, em especial nas regiões norte e centro até ao início da tarde, tornando-se pouco frequentes na região Sul a partir do meio da tarde.

O vento soprará moderado a forte (30 a 45 km/h) de sudoeste, com rajadas até 85 km/h, soprando forte a muito forte (50 a 65 km/h) nas terras altas com rajadas até 110 km/h, rodando gradualmente para oeste a partir da tarde, e enfraquecendo para o final do dia.

O instituto prevê ainda queda de neve acima de 1000/1200 metros de altitude, subindo temporariamente a cota para 1200/1400 metros durante a tarde e condições favoráveis para a ocorrência de trovoada até meio da tarde.

Recomendações

Recomendações

Comente e partilhe a sua opinião!