Obrigado por visitar o Informa+

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, fornecer funcionalidades de redes sociais, personalizar conteúdos, anúncios e analisar o tráfego no site. Consente? Pode alterar as suas definições de cookies em qualquer altura.

PUB
Categories: Mundo
| Em
06/02/2020 16:41

Médico que denunciou coronavírus morreu após ficar infetado

Li Wenliang, médico chinês que foi o primeiro a alertar para a existência de um novo surto viral na China, morreu esta quinta-feira depois de ter contraído a doença.

PUB

O médico ficou internado nos cuidados intensivos num hospital, em Hubei. Este sábado recebeu a confirmação de que tinha contraído o vírus.

Li Wenliang, um oftalmologista de Wuhan, que enviou uma mensagem no dia 30 de dezembro aos ex-alunos, alertando que havia sete doentes em isolamento no departamento de oftalmologia do seu hospital.

Li Wenliang enviou uma mensagem pelo WeChat ao seu grupo de ex-alunos da escola de medicina, alertando-os para o perigo do vírus e para que protegessem as famílias.

A conversa tornou-se pública e Li foi chamado pelos superiores do hospital. A 3 de Janeiro foi chamado para responder na justiça, por espalhar boatos online.

O Supremo Tribunal Popular da China acabou por dar razão a Li.

O oftalmologista foi apelidado como herói nacional, tornando-se num símbolo contra o silêncio do Governo.

PUB
Receba notícias de última hora e informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar gosto ➜  
Partilhar
Mais informação sobre: ChinaCoronavírusDoença
PUB
Comente. Dê a sua opinião
PUB