Categories: Portugal
| Em
07/11/2019 17:02

Médico revela novos dados sobre bebé encontrado no lixo

O bebé que foi encontrado num caixote do lixo, em Lisboa, foi transferido para a Maternidade Alfredo da Costa.

O recém nascido encontra-se bem e é saudável, segundo explicou Daniel Virela, médico nos Cuidados Intensivos Neonatais.

“Em termos físicos está bem, saudável e alimentado”, disse ao jornalistas na tarde desta quinta-feira.

“Não precisa de mais de 48 horas aqui no hospital”, afirmou o responsável.

Recorde-se que a criança foi resgatada por um sem-abrigo na tarde de terça-feira.

O homem apercebeu-se do choro e com ajuda tirou o bebé do contentor. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento.

Depois de receber alta, o bebé deverá ser entregue a uma instituição.

Nome escolhido por médico do INEM

O bebé já tem um nome escolhido. A sugestão foi dada por Luís Pedro, o primeiro profissional do INEM a chegar ao local.

O operacional chegou ao local de mota depois de receber o alerta. Encontrou o bebé “com frio, com uma hemorragia ativa no cordão umbilical e com certa dificuldade respiratória”, cita o Correio da Manhã.

“Conseguimos controlar essa hemorragia, a dificuldade respiratória e o frio que ele tinha”.

O profissional foi depois ver o menino ao Hospital D. Estefânia, para onde foi transportado na altura.

“Estava todo bonito na incubadora. Perguntaram-me que nome devia ter. Achei por bem ser Salvador”, revela.

Investigação decorre

Não se conhece a identidade de quem o abandonou. A Polícia Judiciária tenta agora localizar a mãe da criança que poderá estar a necessitar de ajuda médica.

Nestes casos, o contacto entre as autoridades e as unidades de saúde poderá revelar-se fundamental.

O ADN está na posse dos investigadores e será utilizado caso se encontre alguém suspeito.

Deverá ser feita uma pesquisa sobre mulheres que estariam grávidas perto daquela zona, ainda que possa ser inconclusivo, uma vez que o local do abandono fica perto da estação de comboios de Santa Apolónia.

As imagens das câmaras de videovigilância dos estabelecimentos em volta deverão ser utilizadas na investigação.

Em causa poderão estar em causa a exposição, abandono e infanticídio.

Redação

O Informa+ é uma publicação periódica online portuguesa que se dedica à divulgação e partilha na internet de notícias, informações importantes e ainda ferramentas úteis para o seu dia-a-dia.