Médicos cumprem último desejo de doente e levam-na a ver o mar

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Dois paramédicos australianos desviaram-se da rota traçada, quando transportavam uma doente paliativa, que, como último desejo, queria ver o mar. A imagem do momento foi partilhada nas redes sociais e rapidamente se tornou viral.

A fotografia de Graeme Cooper, ao lado de uma doente paliativa numa maca, a olhar para as águas da baía de Hervey, rapidamente se tornou viral, assim que foi publicada na página dos paramédicos de Queensland, esta semana.

Graeme e Danielle Kellan transportavam a doente para uma unidade de saúde local quando foram surpreendidos pela mulher. A meio da viagem, pediu para ver a praia. Foi, então, que os dois fizeram um pequeno desvio na rota definida para ajudar a mulher a cumprir o último desejo.

“Era uma das últimas viagens antes de regressar a casa para morrer”, disse Graham, à “ABC”. “Ela estava a contar que se tinha mudado para Hervey Bay com o marido”, explicou.

Ainda esta semana, a equipa de paramédicos voltou a ser chamada para levar a mulher ao hospital. “Nós perguntámos se ela queria ir à praia novamente e ela concordou”, referiu.

Os médicos usaram um saco para lhe levar água do mar para que ela lhe pudesse tocar. “Quando perguntámos o que sentia, respondeu que estava em paz, que estava tudo bem”, disse a paramédica Danielle.

Em pouco mais de 15 horas, a fotografia mereceu cerca de 26 mil reações e teve 13 mil partilhas e ajudou a revelar outras situações semelhantes, um pouco por todo o mundo. “Não somos só nós. Há várias histórias sobre exemplos semelhantes”, disse a médica,

Em abril, também foi notícia o último desejo de Carsten Hansen, que num hospital público dinamarquês pediu um cigarro, um copo de vinho e vistas para o pôr-do-sol como último desejo.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?