Obrigado por visitar o Informa+

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, fornecer funcionalidades de redes sociais, personalizar conteúdos, anúncios e analisar o tráfego no site. Consente? Pode alterar as suas definições de cookies em qualquer altura.

PUB
Categories: Mundo
| Em
10/02/2020 12:26

Médicos ignoram pedidos de ajuda e adolescente de 15 anos morre do mesmo cancro que tinha matado o pai

Uma jovem de 15 anos morreu vítima do mesmo cancro de que o pai tinha morrido. Alana Finlayson deixou uma mensagem à mãe a pedir para que a sua história fosse conhecida.

PUB

“Por favor, conte a minha história para que isso não aconteça com mais ninguém”, terá dito.

A menina tinha ido ao médico e estes concluiram que o que a jovem estava a sofrer de “tristeza” pela morte do pai. Os profissionais de saúde ignoraram os pedidos de ajuda que se seguiram e Alana desenvolveu um dos cancros mais agressivos que se conhece.

“Fomos dispensados uma e outra vez. Alguns médicos eram tão arrogantes. Se eles tivessem acabado de ouvir o que tínhamos para dizer, talvez a Alana estivesse aqui comigo”, disse Linda, de 51 anos, mãe de Alana, ao jornal Mirror.

A dor que a menina se queixava foi apontada como uma tentativa de chamar a atenção.

Dezanove meses depois da partida do pai, Alana acabou por morrer com o mesmo problema, um glioblastoma.

PUB
Receba notícias de última hora e informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar gosto ➜  
Partilhar
Mais informação sobre: CancroDoençasMorte
PUB
Comente. Dê a sua opinião
PUB