Moçambique: Imagens aéreas revelam destruição provocada por ciclone Idai

O ciclone Idai que devastou Moçambique, Maláui e o Zimbabué já terá provocado mais de 300 mortos, como revelam os balanços provisórios divulgados pelos governos deste países. Mas os números, já de si trágicos, podem ainda subir de forma pronunciada.

PUB

Em Moçambique, as autoridades revelaram ontem que admitem que o número poderá ser superior a 1.000 vítimas.

A devastação já terá afectado 2,5 milhões de pessoas. Há relatos de aldeias inteiras dizimadas com muitas pessoas isoladas, presas em cima de casas e de árvores à espera da chegada de auxílio.

Nestas imagens, publicadas pela Cruz Vermelha Americana, é possível ver o nível de destruição provocado pela passagem do ciclone Idai.

Veja o video:

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas partiu hoje para Moçambique com uma equipa que tem como objetivo realizar um “diagnóstico rigoroso” sobre a situação da comunidade portuguesa e dos meios necessários para ajudar, revelou a agência Lusa.

“O objetivo da missão é realizar um diagnostico tão rigoroso quanto possível sobre as condições da comunidade portuguesa em Moçambique, nomeadamente na região da Beira. Estamos a falar de uma região e de uma jurisdição consular que corresponde a toda a Península Ibérica, que se encontra sem comunicações nesta altura”, disse José Luís Carneiro, em declarações à agência Lusa.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web