Morre colhido na A1 em frente aos amigos

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A noite de diversão terminou em tragédia para três amigos da Vila D’Este, em Vila Nova de Gaia.

A três quilómetros de casa, na A1, sentido Norte/Sul, uma viatura embateu na traseira do carro dos jovens, que saíram para avaliar os danos.

O condutor que causou a colisão fugiu.

Instantes depois, os três foram atropelados por um outro automóvel – conduzido por um jovem de 18 anos que tirara a carta há dias e ficou em estado de choque.

Alexandre Almeida, de 27 anos e conhecido por ‘Beckham’, foi projetado e morreu. Os dois amigos ficaram feridos.

O acidente ocorreu às 23h35 de quinta-feira. Poucos minutos após o embate, na faixa central da autoestrada, amigos das vítimas foram ao local.

De lágrimas nos olhos e vozes embargadas, ficaram chocados com o cenário que encontraram. Apesar dos esforços da equipa médica do INEM e dos bombeiros, a morte de ‘Beckham’ acabou por ser confirmada.

Este foi o primeiro de dois acidentes mortais no Norte do País, em menos de 24 horas. Pouco depois das 12h30 de ontem, na EN1/IC2, em Escapães, Santa Maria da Feira, José Correia, de 70 anos, morreu após a carrinha em que seguia ter colidido com um camião que estava atravessado na estrada.

Chocou com violência na lateral do reboque. A vítima, residente na Urbanização da Prelada, Porto, ficou encarcerada e foi resgatada pelos Bombeiros de Arrifana já sem vida.

A GNR está a investigar os dois acidentes mortais.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendações

Recomendações

Comente, dê a sua opinião!