Morreu Daniel, o emigrante que queria morrer em Portugal

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Daniel Raimundo, o emigrante português na Bélgica que descobriu ter um cancro terminal e que em janeiro pediu auxílio para regressar a Portugal, morreu esta sexta-feira.

O caso de Daniel – que não tinha condições financeiras para pagar o transporte de ambulância – emocionou os portugueses e poucos dias depois do seu pedido no Facebook, e com a ajuda de algumas pessoas na Bélgica, conseguiu realizar o sonho e regressou ao país com o apoio dos Bombeiros Voluntários Sul e Sueste. Foi esta corporação que confirmou o óbito ao DN.

Os Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste cederam uma Ambulância de Transporte de Doentes para se deslocar a Bruxelas e trazer emigrante, uma viagem que aconteceu no dia 28 de janeiro.

Na ambulância seguiram três bombeiros da corporação e uma enfermeira, que se disponibilizaram para ajudar o emigrante.

Daniel Raimundo ainda cumpriu outro sonho antes de morrer: adepto ferrenho do Sporting, foi convidado para ir a Alvalade e dar o pontapé de saída simbólico no jogo entre o clube de Alvalade e o Vitória de Guimarães, na partida a contar para a 20ª jornada da I Liga.

Este artigo foi publicado originalmente no Diário de Notícias

Recomendações

Recomendações

Comente, dê a sua opinião!