in

Mulher de diplomata atropela mortalmente jovem de 19 anos e foge para os Estados Unidos

A mulher de um diplomata norte-americano é suspeita de atropelar mortalmente um jovem de 19 anos e de fugir para os Estados Unidos da América.

PUBLICIDADE

O caso aconteceu a 27 de agosto na vila de Croughton, em Inglaterra.

Harry Dunn, de 19 anos, viajava de moto quando colidiu com o carro da mulher.

O jovem ficou gravemente ferido e acabou por morrer no hospital.

Sarah Johnson, mulher do secretário para as Relações Externas, Dominic Raab, conduzia em sentido contrário quando se deu o acidente.

PUBLICIDADE

A mulher saiu do país sem informar as autoridades.

“A condutora envolvida no acidente com Harry deixou o país, aparentemente, para escapar à justiça. Estamos a ser privados do nosso luto. As nossas vidas estão suspensas. Ela deve retornar ao Reino Unido para enfrentar a Justiça”, pode ler-se numa publicação feita pela família da vítima.

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Dânia Neto celebra 10 meses do filho

Comissão Política do BE reúne-se hoje para analisar resultados e prioridades para a legislatura