in

Mulher mata patrão à facada para roubar dinheiro em Famalicão

Nuno Fernandes Veiga

Cristina Oliveira, de 47 anos, atravessava dificuldades financeiras. Sabia que Joaquim Sousa da Costa, o empresário têxtil que lhe dava trabalho e com quem chegou a ter um relacionamento amoroso, guardava grandes quantias de dinheiro em casa, em Oliveira S. Mateus, Vila Nova de Famalicão.

Na noite de 22 de julho arriscou o assalto, mas foi surpreendida por Joaquim e atacou a matar. Desferiu-lhe várias facadas no peito, até o empresário, de 49 anos, cair inanimado. Já com a vítima em agonia, percorreu toda a casa até encontrar o cofre onde Joaquim guardava o dinheiro.

O crime, que parecia ser perfeito, foi desmascarado pela Polícia Judiciária de Braga, que quarta-feira deteve a mulher, divorciada e com dois filhos, um ainda menor.

Cristina Oliveira foi surpreendida com buscas em casa, na mesma freguesia, às primeiras horas da manhã, e foi levada para o Departamento de Investigação Criminal da PJ de Braga, onde acabou por ser confrontada com as provas do crime. Aceitou, já durante a tarde, participar numa reconstituição e explicar aos inspetores da PJ como tudo aconteceu.

A detida, que passou a noite presa nos calabouços da PJ de Braga, deverá ser esta quinta-feira presente a primeiro interrogatório, no Tribunal de Guimarães, indiciada pelos crimes de homicídio qualificado e roubo.

Arrisca ficar presa até ao julgamento.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0

Homem encontrado morto a tiro na via pública em Vila do Conde

Lojas do cidadão reabrem na segunda-feira com marcação

Sugestões para ti