in

Mulher que matou filho de 7 anos dizia que “ou era para ela ou não era para ninguém”

Ana Maria, acusada de assassinar o seu filho de sete anos de idade, foi detida esta quinta-feira em Almeria, Espanha, quando transportava o corpo do menor falecido para o seu veículo. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A mulher passou anos numa batalha judicial com o ex-marido pela custódia do filho, a quem denunciou por maus-tratos. Alguns amigos da detida destacam a obsessão de Ana María pela criança. 

Ele repetia que a criança “era para ela ou não para ninguém”, cita o La Vanguardia.

A mulher, de 38 anos, foi detida pela Guarda Civil, que recebeu uma denúncia de uma vizinha. A testemunha viu Ana Maria com a criança nos braços e temeu o pior. Vendo que tinha sido descoberta, Ana María tentou escapar, mas não conseguiu. 

Ele recusou-se a abrir as janelas do carro e a render-se às forças de segurança, porque dentro do veículo estava já o corpo da criança sem vida.  Relatórios policiais sugerem que o menino foi estrangulado.

Ana María Baños Lozano estava em processo de separação há dois anos e desde aí que lutava pela guarda do filho.

PUBLICIDADE

A mulher denunciou o ex-companheiro por supostos maus-tratos e isso fez com que a guarda do menino ficasse a seu cargo.

Os vizinhos e amigos estão em choque com a notícia. Foram declarados três dias de luto oficial pelo município.

PUBLICIDADE

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Joacine reage a petição que não a quer no parlamento: “Isto sempre foi uma guerra para pessoas como eu…”

Árbitro inglês Anthony Taylor dirige Ucrânia-Portugal para o Euro2020