in

Município de Rio Maior e Associação “Beleza Teatro” lançam projeto de teatro comunitário

Município de Rio Maior e Associação “Beleza Teatro” lançam projeto de teatro comunitário

“O teatro e comunidade é uma janela que se abre ao mundo, e uma porta de entrada a muitos mundos diferentes, que refletem ao fim e ao cabo o universo de todos nós.” Rui Germano

“Somos Todos um Rio” é um projeto de teatro comunitário alargado a todo o concelho de Rio Maior, que visa colaborar na programação, formação e criação artística. Um projeto que vai englobar todas as suas freguesias, com enfoque principal no envolvimento da população.

Em cada freguesia será criado um grupo de trabalho que desenvolverá, com a população local, um espetáculo, que é o reflexo do sentir daquela comunidade.

Um teatro genuíno, da comunidade, para a comunidade e com a comunidade, na medida em que se procurará dar palco a assuntos pessoais e locais que serão depois trabalhados até ganharem forma teatral.

Este é um projeto de inclusão e criação de uma identidade comunitária através da arte, e da partilha de experiências e saberes, permitindo a criação de laços e parcerias, quer pessoais quer institucionais, o que visa contribuir para a consolidação da rede cultural do concelho, bem como colmatar algumas das lacunas em termos de oferta cultural fora da cidade.

Um projeto que decorrerá ao longo de dois anos, e onde serão apresentados mais de 100 espetáculos, todos com grande envolvimento das populações e das associações culturais concelhias. Potenciando uma forte adesão da comunidade uma vez que remetem para a memória coletiva e potenciam a valoração social e identitária do Município.

“Somos todos um Rio” é um Projeto desenvolvido pela Câmara Municipal de Rio Maior e Associação “Beleza Teatro”, que contará com a colaboração do Coletivo RG-Projeto de Teatro Comunitário, e de todas as freguesias do concelho de Rio Maior. 

Deixe uma resposta

Loading…

0

“Finalmente a tua paz”: Família do triatleta reage a Rosa Grilo e amante condenados a 25 anos de cadeia pelo Supremo

Governo aprova teletrabalho obrigatório até final do ano