A nascente do rio Douro não tem uma gota de água

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A nascente do Douro, nos Picos de Urbión, não tem água dos 1800 até aos 2150 metros de altitude. Nesta região não chove há 45 dias.

A seca, que está a atingir Portugal, está também a deixar rasto em Espanha e a provocar cenários inimagináveis para esta época do ano. Um dos casos é o cenário da nascente do rio Douro, nos Picos de Urbión, na província de Soria. Pura e simplesmente, não há vestígios de água.

Relata o El Mundo que a nascente, localizada a 2150 metros da altitude, está seca, algo que nem os mais antigos habitantes da região se recordam. Nem descendo até aos 1800 metros de altitude se vê água por aquela zona.

O autarca de Duruelo de la Sierra, Alberto Abad, disse, nesta segunda-feira, à agência Efe que não há memória, nesta localidade, de uma seca tão drástica no rio Douro. “Nunca tinha visto uma coisa assim num mês de Novembro e a maioria dos vizinhos da zona também não”, disse.

A principal causa apontada para este fenómeno é o facto de não chover há 45 dias nesta região, apesar de, neste fim-de-semana, terem caído algumas gotas de chuva.

Este artigo foi publicado originalmente no Público

Qual a sua opinião?