in

Notáveis do Benfica indignados por André Ventura “usar o clube” para chegar ao Parlamento

Um grupo de notáveis adeptos do Benfica redigiu uma carta aberta ao Tribuna Expresso, dirigida à direção do clube da Luz, a mostrar a “indignação” por André Ventura ter chegado ao Parlamento por “usar o Benfica”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A carta assinada pelo humorista Ricardo Araújo Pereira, o escritor Jacinto Lucas Pires, Henrique Raposo, Pedro Norton e José Eduardo Martins, pede à direção de Luís Filipe Vieira para pôr fim à “instrumentalização política” do clube pelo partido Chega.

“A direção do Benfica não pode continuar a pactuar com a evidência mediática: o Chega chegou ao Parlamento porque é liderado por uma personagem que é conhecida apenas e só por causa do Benfica”.

Contactado pela agência Lusa, o Benfica recusou comentar a carta aberta e remeteu para os estatutos do clube.

“Capítulo I, Artigo 2.º, ponto 1 – O Sport Lisboa e Benfica é constituído por um número ilimitado de sócios cuja qualificação resulta apenas da respectiva antiguidade e dos galardões atribuídos, não se diferenciando em razão da raça, género, sexo, ascendência, língua, nacionalidade ou território de origem, condição económica e social e convicções políticas e religiosas”.

Leia aqui na íntegra a carta:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Somos um pequeno grupo de benfiquistas que vem por este meio expressar indignação perante um facto que já passou todos os limites: André Ventura usou e usa o Benfica para criar uma persona política.

A instrumentalização política do Benfica é errada por princípio.

Neste caso, é ainda mais grave, porque o Chega é um partido de extrema-direita abertamente anti-sistema e xenófobo, isto é, um partido que é a negação da identidade do Benfica.

O clube de Eusébio, Coluna, Renato e Gedson, entre outros, não pode ser associado a uma figura xenófoba.

A claque do Benfica tem brancos, mestiços e negros. O Benfica é um clube de angolanos, cabo-verdianos, moçambicanos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O Benfica é clube mais popular de Portugal, é de ricos e pobres, de brancos e negros, de muçulmanos e ciganos. A direcção do Benfica não pode continuar a pactuar com a evidência mediática: o Chega chegou ao parlamento porque é liderado por uma personagem que é conhecida apenas e só por causa do Benfica.

Com os melhores cumprimentos,
Jacinto Lucas Pires
Henrique Raposo
Pedro Norton
José Eduardo Martins
Ricardo Araújo Pereira”

PUBLICIDADE  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto da nossa página de facebook ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Djokovic perde em Xangai e ‘oferece’ número um mundial a Nadal

Madalena Brandão celebra aniversário do filho mais novo