in

Número de passageiros transportados atinge 56 milhões em Lisboa em novembro

Lisboa, 24 dez 2019 (Lusa) – Quase 56 milhões de passageiros foram transportados em novembro na Área Metropolitana de Lisboa (AML), representando um aumento de 17,9% nas validações de bilhetes, face a igual mês de 2018, segundo dados provisórios da AML hoje divulgados.

Os 56 milhões de passageiros transportados refletem a venda de 764.095 passes, o que, segundo afirma a AML em comunicado, confirma que a criação dos novos passes NAVEGANTE, em abril deste ano, “representou uma profunda alteração das soluções de deslocação, em favor de uma mobilidade mais sustentável, e com significativo impacto” económico e social nas famílias.

A AML registou, no entanto, uma diminuição de 10,1% nos passageiros relativamente ao mês anterior, de outubro, que justifica com o menor número de dias úteis do mês de novembro, com feriado durante a semana, e com as interrupções letivas em algumas escolas.

Os dados mostram ainda que, em novembro, 88% dos passageiros transportados utilizaram títulos do tipo passe, e apenas 12% títulos ocasionais.

Do número total de passes vendidos na área metropolitana de Lisboa, 94% eram Navegante: 60% Metropolitano, 17% Municipal, 14% para passageiros com mais de 65 anos e 6% para família.

Segundo a AML, em novembro, foram vendidos 764.095 passes, mais 36,3% do que em igual período de 2018.

Os novos passes Navegante representaram 97% dos passes vendidos na área metropolitana de Lisboa, nesse mês, e corresponderam a mais de metade (60%) dessas vendas, seguidos do Navegante Municipal, com 17%, e do +65 (mais de 65 anos) com 14%.

O Navegante Família, que começou a ser vendido em agosto, representou em novembro mais de 3% das vendas do sistema, segundo a AML , abrangendo um total de 7.068 agregados familiares e 26.728 pessoas.

Relativamente aos cartões Lisboa VIVA (suporte físico necessário para o carregamento dos passes NAVEGANTE) produzidos, a AML registou um aumento de 43% em novembro, em comparação com período homólogo de 2018.

O balanço do ano da AMNL contabiliza, até novembro, o transporte de quase 562 milhões de passageiros nos serviços de transporte público dentro da área metropolitana de Lisboa este ano.

A AML lembra, no comunicado, que, no primeiro trimestre de 2019, o número de passageiros transportados registou um crescimento médio de 5%, em relação ao período homólogo do ano anterior.

“A fidelização ao sistema de transportes é agora maior, resultado de um aumento do número de passageiros com passe, em detrimento de passageiros ocasionais, tendência que se começou a registar após a implementação do novo sistema tarifário, e que se mantém”, afirmou.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Incêndio consumiu último piso do antigo hospital Maria Pia, no Porto

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em naufrágio de embarcação em Olhão