in

O momento emocionante em que um agente da PSP faz “guarda de honra de um pequeno grande campeão”

Um agente da Polícia de Segurança Pública está a ser bastante elogiado nas redes sociais depois de ter apoiado e incentivado o pequeno Rodrigo a cortar a meta da 7.ª Edição da Corrida Montepio Juntos por uma Causa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A corrida cujas inscrições reverteram a favor da Comunidade Vida e Paz, decorreu no passado domingo.

Durante uma das etapas, “depois de passarem os miúdos da frente, todos observámos que em último, com as lágrimas a correrem-lhe do rosto, vinha o pequeno Lourenço Mendonça”.

“Não sabemos se a tristeza vinha do último lugar em que se encontrava naquele momento, do esforço, ou de outra razão que assistem a estas idades”, acrescenta Pedro Rodrigues, autor do texto, numa publicação na página de facebook da PSP.

“A passagem do pequeno Lourenço, com as lágrimas no rosto, era uma alfinetada no coração de cada um de nós que estava a assistir”.

Foi aí que o Chefe Arlindo Lourenço, o PSP responsável pelo controlo de trânsito entrou em ação.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O agente “na sua imponente moto, num jeito rezingão e refilão” emocionou-se e decidiu intervir e apoiar o menor.

“Vimos o pequeno Lourenço, na sua corrida, acompanhado de um lado pelo Chefe Lourenço também em passo de corrida e com um sorriso no rosto, e do outro por uma das animadores Miriam Rebelo, qual guarda de honra de um pequeno grande campeão”.

A Comunidade Vida e Paz recebeu este ano 35 mil euros.

PUBLICIDADE  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto da nossa página de facebook ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Filho de Rita Pereira vestido para o Halloween

Programa do Governo mostra que o PS não acredita nos portugueses — Iniciativa Liberal