in

Obras da coleção Rainer Daehnhardt já não vão para hotel Vila Galé – Ministra

Lisboa, 10 mar 2020 (Lusa) — A ministra da Cultura, Graça Fonseca, revelou hoje que as obras da coleção Rainer Daehnhardt já não vão ser cedidas ao grupo hoteleiro Vila Galé e serão colocadas num futuro centro interpretativo do Cavalo, em Alter do Chão, Portalegre.

A informação foi revelada pela ministra da Cultura numa audição parlamentar, pedida pelo PCP, sobre a cedência de obras de arte da Coleção Rainer Daehnhardt à empresa Vila Galé.

Segundo Graça Fonseca, o grupo hoteleiro desistiu do pedido de cedência de peças daquela coleção — para as instalar num hotel a inaugurar no dia 13 em Alter do Chão –, face às “condições exigidas” pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

“Mas o Estado não desiste de colocar em exposição em Alter do Chão”, disse Graça Fonseca.

A ministra da Cultura revelou que a tutela está a trabalhar com a Câmara Municipal de Alter do Chão, para instalar parte da coleção num “centro interpretativo do Cavalo de Alter Real, com um investimento previsto de 1,5 milhões de euros”, que ficará no edifício Casas Altas, da Companhia das Lezírias, próximo da unidade hoteleira.

“Até à abertura desse centro, será montada uma exposição temporária no Centro Cultural do Álamo”, disse.

Graça Fonseca respondia, assim, à deputada do PCP, Ana Mesquita, que pediu um esclarecimento à intenção de “mercantilização dos bens culturais”, com a anteriormente anunciada cedência de obras da coleção Rainer Daehnhardt ao grupo Vila Galé.

Sugestões para ti