Onze mulheres morrem em queda de avião após despedida de solteira no Irão

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Onze mulheres, oito passageiras e três elementos da tripulação, morreram num acidente aéreo na Turquia. Regressavam de uma despedida de solteira nos Emirados Árabes Unidos.

O aparelho, que descolou do emirado de Sharjah, caiu, este domingo, perto da cidade de Shahr-e Kord, cerca de 370 quilómetros a sul de Teerão, segundo a televisão estatal iraniana.

As passageiras regressavam da despedida de solteira de Mina Basaran, de 28 anos, filha de um rico homem de negócios turco, Huseyin Basaran.

Os últimos vídeos publicados na redes sociais por Mina Basaran foram gravados num concerto da britânica Rita Ora, num popular clube noturno do Dubai. Nas redes sociais há, também, fotos da noiva com as amigas, num luxuoso hotel e também no avião sinistrado.

“Não é fácil chegar à zona do acidente. É uma área extremamente acidentada. As equipas de resgate estão a trabalhar”, disse o embaixador iraniano em Teerão, Hakan Tekin.

O avião pertencia ao grupo empresarial Basaron Holding, propriedade do pai da noiva, com interesses nos setores da alimentação, finanças, energia, construção, turismo e aviação.

Entre os empreendimentos de Huseyin Basaran, que foi um dos dirigentes máximos do clube de futebol Trabzonspor, está um complexo turístico na zona asiática de Istambul, batizado de “Torres Mina” em homenagem à jovem agora falecida, que tinha um cargo de administração no grupo do pai.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Recomendações

Recomendações

Comente e partilhe a sua opinião!