Oração a pedir chuva. É esta a proposta do Cardeal-Patriarca

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Face à seca prolongada, D. Manuel Clemente propõe aos sacerdotes que “celebrem a Missa para Diversas Necessidades”, com uma oração a pedir chuva

O Cardeal-Patriarca de Lisboa propôs esta segunda-feira aos sacerdotes católicos que rezem a pedir chuva. “Face à seca prolongada sofrida em Portugal, D. Manuel Clemente propõe aos sacerdotes que ‘quando a Liturgia diária o permita, celebrem a Missa para Diversas Necessidades’, com a oração prevista”, explica o patriarcado, em comunicado.

“Deus do universo, em quem vivemos, nos movemos e existimos, concedei-nos a chuva necessária, para que, ajudados pelos bens da terra, aspiremos com mais confiança aos bens do Céu. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo”. É este o texto da oração proposta.

Manuel Clemente lembra, no mesmo texto, que “é este o sentido da oração, pedindo a Deus o que Ele mesmo nos quer dar, em absoluta coincidência de vontade”.

O Patriarca recorda ainda as vítimas dos incêndios: “Os incêndios foram extremamente gravosos, com grande número de vítimas mortais e de feridos, além de muitos danos materiais e prejuízos económicos e sociais, que é urgente colmatar”, refere D. Manuel Clemente.

Mais de 80% de Portugal continental está em seca severa, segundo dados de setembro. Esta segunda-feira, o ministro do Ambiente avisou “que ninguém se iluda” quanto à gravidade da seca que afeta o país. “Não é por chover dois ou três dias que a situação se vai inverter”, salientou João Matos Fernandes.

Segundo o Instituto Português da Atmosfera e do Mar, a chuva deve regressar na quarta-feira, para as regiões do centro e norte.

Este artigo foi publicado originalmente no Diário de Notícias

Qual a sua opinião?