PUB

Padre exorcista acusado de violação arrasa vítima: “Nunca fui muito tentado por mulheres sepultura”

2.141

Humberto Gama, padre exorcista, foi acusado de violação por uma mulher de 61 anos.

PUB

O polémico padre, em entrevista ao Correio da Manhã, explicou que admira “uma mulher jovem, bonita, viva” e que a queixosa é uma mulher “coxa e de bengalas”.

“Ela não tem nada a ver comigo, nem física, nem espiritual, nem intelectualmente”, afirmou. “Eu nunca fui muito tentado por mulheres sepultura, que cheiram um bocadinho ao passado”, disse.

A mulher residente em Montemor-o-Velho, apresentou queixa em agosto do ano passado por alegadamente ter sido violada durante uma consulta, na residência no Valinho de Fátima.

O sacerdote foi agora acusado pelo Ministério Público de Tomar de um crime de violação na forma tentada.

“Fizemos uma reza, um ritual muito simples”, para a ajudar a ultrapassar os problemas familiares de que se queixava, alega o padre.

Entrevista à vítima

A alegada vítima descreve o que terá acontecido no dia 1 de agosto de 2018 durante uma consulta com Humberto Gama.

“Ele retirou o pénis das calças e começou a efetuar movimentos elevatórios com o corpo dela, apertando o corpo dele contra o dela e tentando introduzir o pénis dele na boca dela”, revela.

Enquanto fazia movimentos oscilatórios com o corpo da vítima, que estava sentada numa cadeira à sua frente, ia dizendo que afastava os espíritos maus.

“Liberta-te, liberta-te, demónio. Abre a boca, abre a boca, eles estão a libertar”, são algumas das afirmações do padre exorcista, citadas pela vítima.

O seu depoimento ficou registado para evitar que a mulher tenha de voltar a prestar declarações em julgamento.

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Artigos recomendados

Artigos recomendados