in

Pai e madrasta de Valentina conhecem sentença pela morte da menina a 14 de abril em Leiria

Carlos Barroso

Decorre esta sexta-feira a terceira sessão do julgamento do pai e da madrasta de Valentina, a menina encontrada morta em maio de 2020, na Atouguia da Baleia, em Peniche.

A sessão decorre no Auditório Municipal da Batalha devido à pandemia da Covid-19.

O pai e a madrasta da criança de nove anos morta em maio de 2020, em Peniche, foram acusados pelo Ministério Público de Leiria dos crimes de homicídio qualificado e de profanação de cadáver, em coautoria. Os arguidos respondem também pelo crime de abuso e simulação de sinais de perigo, enquanto o pai da criança está ainda acusado de um crime de violência doméstica.

As alegadas agressões do pai sobre a filha terão tido por base suspeitas de que a menor estaria a ser vítima do crime de abuso sexual, mas para o Ministério Público (MP) “não resultam quaisquer indícios do cometimento de tal ilícito, uma vez que o relatório da autópsia não evidencia a existência de qualquer sinal de contacto/abuso sexual”.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0
Multitempo recruta para as Caldas da Rainha

Multitempo recruta para as Caldas da Rainha

Dois irmão feridos em capotamento aparatoso de camião em Braga