PAN pede esclarecimentos sobre morte de cavalo na trágica tourada de Coruche

O PAN pediu esclarecimento ao ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, na sequência da morte de um cavalo na tourada em Coruche, decorrida no passado sábado.

PUB

A notícia avançada pelo Expresso cita o comunicado do PAN. O partido liderado por André Silva questionou se estava presente um veterinário na praça de touros e porque motivo o cavalo não foi imediatamente socorrido.

O PAN voltou a condenar os espetáculos tauromáticos que promovem a violência sobre os animais e acrescenta que “esta é evidentemente uma atividade que também coloca em risco as pessoas e outros animais, como é o caso dos cavalos”.

O partido assume ainda a intenção de voltar a lutar pelo fim destes espetáculos durante a próxima legislatura, “na esperança de que os partidos tradicionais estejam finalmente à altura dos anseios da população portuguesa.”

O cavalo Xeque-Mate de João Moura Jr teve de ser abatido devido aos danos irreversíveis que sofreu ao ser colhido pelo touro, naquela noite que foi considerada pelo cavaleiro como a “pior vivida em toda a carreira”.

João Moura Jr. recorda noite trágica em Coruche

Recorde-se que a corrida de touros ficou marcada pelas aparatosas quedas dos cavaleiros tauromáquicos Ana Batista e João Moura Júnior.

Os cavaleiros foram colhidos quando lidavam o segundo e sexto touro. Foram assistidos na enfermaria da praça e transportados para o Hospital de Santarém.

João Moura Júnior teve mesmo de ser suturado na cara.

Também os forcados não tiveram uma noite fácil. João Ventura perdeu os sentidos na arena e Luís Fera sofreu ferimentos graves quando pega o quinto touro.

Revelado novo estado clínico do forcado ferido na trágica corrida de touros de Coruche


Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web