O Papa está triste: “A missa não é um espetáculo” para ser fotografado

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Apesar de ser um utilizador frequente de tecnologia, como atesta a presença na rede social Twitter, o Papa Francisco aproveitou, esta quarta-feira, a audiência semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano, para aconselhar os crentes, mas também padres e bispos, a pousarem os telemóveis durante a missa.

“Num certo ponto, o padre que está a celebrar diz ‘corações ao alto’, não diz levantem os telemóveis para tirar fotografias”, explicou Francisco em forma de repreensão aos presentes.

“É tão triste quando estou a celebrar a missa aqui ou dentro da basílica e vejo muitos telefones no ar. Não apenas dos crentes, mas também dos padres e bispos.

Por favor”, continuou o líder da Igreja Católica, para sentenciar: “a missa não é um espetáculo, por isso, lembrem-se, nada de telemóveis.”

Desde que se tornou Papa, não há memória de alguma vez ter sido visto a usar telemóveis em público e já anteriormente tinha recomendado aos jovens que deixassem o aparelho de lado durante as refeições em família.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Qual a sua opinião?