Papa: “Quem recorre a prostituição é um criminoso”

2 24

O papa Francisco considerou, esta segunda-feira, que quem paga para ter relações sexuais é um criminoso e que isso significa “torturar as mulheres”, condenando o tráfico de pessoas e a prostituição.

“Não é fazer amor. É torturar uma mulher. É uma doença”, disse Francisco durante a abertura da reunião pré-sinodal no Vaticano de preparação da XV Assembleia Geral ordinária do Sínodo dos Bispos.

Nesta reunião, que decorre até 24 de março, participam, a convite do papa, jovens de todo o mundo, entre os quais três portugueses: Joana Serôdio, Rui Lourenço Teixeira e Tomás Virtuoso.

O papa ouviu o testemunho de uma jovem mulher nigeriana que foi forçada a prostituir-se em Itália, para onde foi enganada, e que disse ao papa que muitos dos que recorrem a prostitutas são católicos.

“Peço desculpas por todos os católicos que cometem esse crime”, disse Francisco, acrescentando ainda que é possível que entre os clientes da prostituição “90% sejam batizados católicos”.

Francisco criticou o que considera ser “um crime contra a humanidade” e que “nasce de uma mentalidade doente que diz que a mulher tem de ser explorada”.

Na reunião preparatória do Sínodo dos Bispos, que se realizará em outubro, o papa falou ainda da solidão da juventude como um “pecado social”.

Segundo o papa, “muitas vezes os jovens são deixados sozinhos” e têm de implorar por trabalhos que não garantem um futuro, referindo-se ao desemprego em alguns países europeus.

Referiu-se também ao que considera ser uma falta de preocupação com os jovens, o que os leva “à depressão, dependências e suicídios” ou mesmo a juntar-se ao autodenominado Estado Islâmico como forma de “procurar um sentido para a vida”.

O papa criticou ainda o mundo virtual, por conter “muitos perigos”, dando o exemplo de famílias em que pais estão a ver televisão enquanto os filhos não param de mandar mensagens por telemóvel.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

  1. Anónimo disse:

    Concordo consigo e alem de ser um movimento feminista a elite gay ta a governar o mundo!!

  2. JOSÉ CRISTIANO MEDEIROS AMARAL disse:

    Isso é cúmulo da pouca vergonha. Dá logo para ver que a banda toca para aquele que é mais conveniente ou paga mais. ” criminoso é quem recorre à prostituição”???!!!! “É uma tortura para as mulheres”???!!! Quem é esse burro??? E ainda é papa… Que otário mafioso!!!! Quem paga para ter sexo não está a obrigar ninguém a ter sexo com essa pessoa… Isso é mais uma treta dos movimentos feministas que querem o mundo à sua maneira!!! Querem ver se vendem a mesma politica que existe na Suécia( Por acaso o País mais Feminista do Mundo e mais otário do Mundo) que pune quem procura a prostituição e não quem a pratica!!!… Claro que tinha que ser assim pois o género Feminino é o dominante a praticar a prostituição e claro que não vão punir a mulher, mas sim quem procura a prostituição, que é o homem, na maior parte. Cambada de mafiosos merdosos!!!!!!!!!!! Se a pessoa pratica prostituição pela sua livre vontade, não vejo mal nenhum… Nem todas as pessoas são casadas ou comprometidas, portanto se querem recorrer à prostituição, que porra tem o Estado a ver com isso. Agora querem controlar a actividade sexual do Homem. Bandidos de merda!!!!!!!! Nem sei como um otário como esse porra tonta de Papa, não tem vergonha de dizer uma estupidez dessa sem sentido algum… QUE OTÁRIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Comente, dê a sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado.