in

Parece haver vontade de diálogo entre Governo e forças de segurança — Marcelo

Lisboa, 20 nov 2019 (Lusa) – O Presidente da República considerou hoje que parece haver vontade de diálogo entre Governo e associações representativas das forças de segurança sobre o estatuto destes profissionais, referindo que tem havido contactos nos últimos dias.

“Eu não vejo razão nenhuma para estar preocupado, se houver a vontade, que parece haver, de contacto, de diálogo entre o Governo, de um lado, e as entidades associativas, sobre o estatuto das forças de segurança, que se deteriorou de facto, ao longo dos últimos dez anos”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, à saída de uma iniciativa no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.

O chefe de Estado falava em resposta aos jornalistas, questionado sobre a manifestação convocada por associações de profissionais da PSP e da GNR para esta quinta-feira, em Lisboa, que enquadrou como o exercício de “um direito democrático”, mas que tem “regras legais”.

“É público e notório que o Governo tem vindo nos últimos dias a ter contactos com associações representativas no domínio das forças de segurança, e penso que sobre o estatuto das forças de segurança no futuro”, referiu, a este propósito.

Sugestões para ti