Obrigado por visitar o Informa+

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, fornecer funcionalidades de redes sociais, personalizar conteúdos, anúncios e analisar o tráfego no site. Consente? Pode alterar as suas definições de cookies em qualquer altura.

PUB
Categories: Desporto
| Em
11/02/2020 17:17

Patinadora acusa treinador de violação: “Foi a primeira vez que um homem me tocou…”

Sarah Abitbol, conhecida patinadora francesa, escreveu um livro onde acusa o seu treinador de a abusar sexualmente.

PUB

A antiga atleta, agora de 44 anos, denuncia Gilles Beyer, numa série de acusações que já levaram à demissão do presidente da Federação Francesa de Patinagem no Gelo, e que está a deixar a comunidade daquele desporto em choque.

Ao longo do livro “Um Tão Longo Silêncio”, Sarah acusa o ex-campeão olímpico da década de 70 e seu treinador de a ter violado quando tinha 15 anos.

“Foi a primeira vez que um homem me tocou”, revela a ex-atleta.

“Durante dois anos, tu dizias à minha mãe: ‘Hoje vou ser babysitter da Sarah para podermos treinar’. E tu violaste-me no parque de estacionamento, nos balneários e em cantos e recantos da pista de gelo, que nunca suspeitei que existissem”, escreveu.

Outras patinadoras ganharam coragem e vieram a público reforças as acusações, com novos casos de violação.

Hélène Godard, com 54 anos, revela que foi violada pelo mesmo homem, Gilles Beyer, quando tinha 13 anos, e ainda por outro treinador de patinagem.

A Procuradoria-Geral de Paris já abriu uma investigação a Gilles Beyer, para apurar se há mais vítimas.

PUB
Receba notícias de última hora e informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar gosto ➜  
Partilhar
PUB
Comente. Dê a sua opinião
PUB