in

PCP/99 anos: Um “partido comunista digno desse nome” que “continua de pé” – Jerónimo

Lisboa, 06 mar 2020 (Lusa) — Jerónimo de Sousa, secretário-geral comunista, abriu hoje o comício dos 99 anos do partido, em Lisboa, com a evocação de quase 100 anos de história de “um partido comunista digno desse nome” que “continua de pé”.

No pavilhão dos Desportos, em Lisboa, onde o PCP fez o seu primeiro congresso após o 25 de Abril, em outubro de 1974, decorado em tons vermelho forte e com alguns milhares de militantes e simpatizantes, o líder dos comunistas lembrou a história do partido, da fundação em 06 de março de 1921 à luta antifascista, do “luminoso tempo da revolução” dos cravos à atualidade.

“Quase um século depois da sua fundação, aqui estamos. Somos o Partido Comunista Português. Um partido comunista digno desse nome”, disse.

E mais à frente, apresentou o PCP como um partido que “não se deixou, nem se deixa intimidar e que aqui continua de pé, determinado, confiante e combativo a olhar e a caminhar para a frente”, e único que “atravessou os anos da ditadura fascista sem se render”.

Antes dos discursos, foi exibido um filme sobre a história do partido e em que foram sendo anunciadas as iniciativas para a comemoração do centenário do PCP, ouviram-se algumas canções emblemáticas como o “Hino de Caxias” e ouviu-se o poema e Ary dos Santos “A bandeira comunista”.

Sugestões para ti