Peditório da Liga Contra o Cancro tem este ano Cristiano Ronaldo como embaixador

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A Liga Portuguesa contra o Cancro (LPCC) vai ter Cristiano Ronaldo como “embaixador” no peditório de novembro, que pela primeira vez se associa a uma angariação de fundos, por uma causa que, diz, não lhe é indiferente.

“Ser embaixador é dizer que esta causa não me é de todo indiferente, que me toca, que me diz respeito, quer seja a nível pessoal, quer seja como cidadão com direitos, deveres e preocupações cívicas para com os meus e os que me rodeiam”, disse o jogador do Real Madrid e da seleção portuguesa à Lusa, em declarações enviadas por escrito, a propósito da participação na iniciativa.

Também em declarações à Lusa, o presidente da LPCC, Vítor Veloso salientou que esta é a primeira vez que Cristiano Ronaldo participa numa ação de angariação de fundos e acrescentou que espera por isso um “peditório forte”, tanto mais que os peditórios, a única fonte de financiamento da LPCC, “são cada vez mais difíceis de fazer”.

O peditório decorre de 01 a 05 de novembro mas a campanha de sensibilização começa na quarta-feira em todos os meios de comunicação. No vídeo, de 48 segundos, o “melhor do mundo” não é Cristiano Ronaldo mas sim o João, um menino que há dois anos venceu o cancro.

É o menino que acaba a dar um autógrafo a Ronaldo, que no fim apela ao apoio para a causa da LPCC

Em resposta a perguntas da Lusa sobre a sua participação, Cristiano Ronaldo disse ter consciência de ser uma personalidade mediática, acrescentando: “Por isso sei que ao dar a cara pela luta contra o cancro vou ajudar a consciencializar e a chamar ainda mais a atenção das pessoas para esta doença crónica que em muitos casos pode ser prevenida se for detetada precocemente”.

Quanto ao apoio ao peditório salientou que a única dúvida foi sobre disponibilidade de agenda porque a causa apoia, disse, “desde sempre”.

“Este ano, simplesmente, dou a cara literalmente falando, por ela, juntando-me a mais 11 milhões de portugueses. Como digo nesta campanha ´Juntos somos mais fortes´, por isso a responsabilidade maior é mesmo conseguir juntar, unir o maior número de pessoas em torno desta causa que é de todos nós”, disse.

O jogador salientou que todos os dias recebe pedidos de ajuda de todo o mundo e que sempre que pode tenta contribuir em “situações complicada” e “causas nobres”, como o caso da LPCC.

Porque “o cancro não escolhe idades, género, raça e qualquer um de nós tem um familiar, um amigo, um vizinho que já passou por esta situação”, disse na declaração à Lusa, salientando que a atividade física e a alimentação saudável podem prevenir muitas doenças, incluindo o cancro.

Vitor Veloso, apesar de haver cada vez menos recetividade da população a peditórios, acredita que com a ajuda de Cristiano Ronaldo a Liga vai conseguir no peditório deste ano ultrapassar os apoios angariados no ano passado, que rondaram os dois milhões de euros.

Porque, disse, os portugueses sabem que o trabalho da LPCC tem ajudado doentes oncológicos, especialmente os mais carenciados, e em anteriores peditórios sempre houve grande recetividade.

Esse apoio “valida o nosso trabalho”, afirmou o presidente da Liga, salientando que a Liga vive basicamente dos peditórios anuais.

O peditório será feito por milhares de voluntários em todo o país, devidamente identificados com o colete da instituição e com cofres lacrados e também identificados. As ações decorrem essencialmente em locais como centros comerciais, igrejas, e junto de cemitérios, supermercados e nas principais ruas das cidades.

Vítor Veloso, apesar da “total desolação” em que vivem os portugueses com a catástrofe dos incêndios, espera que com a ajuda também dos “melhores do mundo”, João e Ronaldo, se consiga manter e melhorar os apoios do ano passado.

Qual a sua opinião?