in

PEV espera que novo ministro dê prioridade a “mais justiça fiscal”

Lisboa, 09 jun 2020 (Lusa) — O deputado do PEV José Luís Ferreira manifestou hoje a expectativa de que a substituição do ministro das Finanças “traga mais justiça fiscal” num momento em que é necessário relançar a economia.

“O mais importante não são as pessoas, são as políticas. Vamos esperar que a remodelação traga mais justiça fiscal num momento em que é necessário relançar a economia”, afirmou o deputado, em declarações aos jornalistas no parlamento.

Para o PEV, será necessário dar mais atenção “à questão dos salários, às pessoas que ficaram de fora dos apoios [no âmbito da pandemia de covid-19] e que haja investimento público de qualidade”.

O deputado questionou se a remodelação hoje conhecida “tem alguma coisa a ver” com a discussão no parlamento sobre os diplomas que visam alterar a forma de nomeação do governador do Banco de Portugal.

“Não sabemos se esse elemento terá alguma coisa a ver com isso, mas isto é apenas no plano especulativo”, comentou.

O Presidente da República aceitou hoje a exoneração de Mário Centeno como ministro de Estado e das Finanças, proposta pelo primeiro-ministro, e a sua substituição por João Leão, até agora secretário de Estado do Orçamento, com a tomada de posse marcada para segunda-feira.

Secretário de Estado do Orçamento desde novembro de 2015, João Leão tem sido responsável pela política orçamental dos governos de António Costa.

Será João Leão que, no próximo dia 17, vai apresentar na Assembleia da República, a proposto do Governo de Orçamento Suplementar

Sugestões para ti